25.3.13

Olá Olá! 

Bem, não sei como explicar mas vou tentar reutilizar este blog, estive a escrever umas coisinhas e então.. pronto... vou dar um nome a cada parte da história poque ainda não sei o nome do total. :) pronto é só xD

Beijinhos e abraços xD

 

Fez hoje três meses, que fui expulsa do único sitio em que me sentia bem. As pessoas que o frequentavam, para treinos, há muito tempo que me olham de lado, e riem-se de mim. Quem sabe a verdade nem me olha nos olhos, não é capaz. Mas de que estava eu a espera? Que me defendesse contra o próprio irmão? Não podia esperar isso. Quer disser esperei-o durante bastante tempo, mas nada aconteceu. Mantive contacto com uma única pessoa do meu grupo de amigos, pois foi o único que quis saber de mim, nunca lhe contei a verdade, o que realmente se tinha passado, apesar de saber que se contasse ia acreditar, ou  pensava eu que sim!

Passei a andar sozinha, não valia a pena tentar fazer amigos porque todos sabiam da história “verdadeira”.  Todos me olhavam de lado.

Estava sozinha, passava os dias sentada ao vento a ler ou a escrever e a ouvir música, desligada de todos os que me detestavam.

E hoje era mais um dia.

Sai mais uma vez da penúltima aula de quinta-feira, sentei-me como sempre nos bancos de pedra ao pé do bloco de aulas a ler.

Estava um tempo triste, apesar de o sol brilhar, estava um vento frio, tão frio que parecia que levava consigo toda a felicidade que restava dentro de mim, olhei o céu e vi nuvens a aproximarem-se, bem devagar, como se o tempo fosse delas, o sol iria desaparecer em breve.

Ouvi algo a tocar, era o meu telemóvel, achei estranho, não era habitual ele tocar. Olhei para o visor, não conhecia o número, e fiz o que sempre fazia quando não conhecia o número, desliguei. Continuei a observar o ambiente a minha volta com o livro nas mãos, ninguém a minha volta. E o telemóvel voltou a interromper-me os pensamentos, novamente o mesmo número, desliguei. Não era normal tentarem-me ligar mais do que uma vez, havia de ser alguém com vontade de gozar comigo, mas estava com azar. O telemóvel tocou uma terceira vez, desta vez não chamada mas sim mensagem. Fiquei intrigada e decidi abri-la. Fiquei chocada quando li ….

link do postPor soph, às 14:43  comentar

 
mais sobre mim
Março 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


arquivos
2013

2012

2011

2010

blogs SAPO